<body><script type="text/javascript"> function setAttributeOnload(object, attribute, val) { if(window.addEventListener) { window.addEventListener('load', function(){ object[attribute] = val; }, false); } else { window.attachEvent('onload', function(){ object[attribute] = val; }); } } </script> <div id="navbar-iframe-container"></div> <script type="text/javascript" src="https://apis.google.com/js/plusone.js"></script> <script type="text/javascript"> gapi.load("gapi.iframes:gapi.iframes.style.bubble", function() { if (gapi.iframes && gapi.iframes.getContext) { gapi.iframes.getContext().openChild({ url: 'https://www.blogger.com/navbar.g?targetBlogID\x3d4000921\x26blogName\x3dAs+Imagens+e+N%C3%B3s\x26publishMode\x3dPUBLISH_MODE_BLOGSPOT\x26navbarType\x3dLIGHT\x26layoutType\x3dCLASSIC\x26searchRoot\x3dhttp://asimagensenos.blogspot.com/search\x26blogLocale\x3dpt_PT\x26v\x3d2\x26homepageUrl\x3dhttp://asimagensenos.blogspot.com/\x26vt\x3d8145402830606333396', where: document.getElementById("navbar-iframe-container"), id: "navbar-iframe" }); } }); </script>
terça-feira, setembro 13, 2005
AS IMAGENS SOMOS NÓS

"Nós?.... a vida é um complexo mundo de imagens...aquelas que os olhos conseguem ver e aquelas ditas mentais, que a nossa mente elabora... distorce... relembra... nós também somos a imagem.."

Este foi um comentário deixado no blogue a propósito do post da Mariza. É verdade, quase sempre se esquece que somos os nós os primeiros produtores de imagens, com as quais convivemos, segundo a segundo, dia a dia. E imagens que nos empolgam, nos entristecem, nos arrebatam, nos tranquilizam ou desassossegam. Já noutros posts havia escrito sobre as imagens mentais que podem chegar a graus fortes de vivacidade e serem a nossa paz ou o nosso sofrimento. E ganharem também outras tonalidades intermédias. Recordamos um dia de chuva, uma praia deserta, um momento angustiante da vida ou a imagem de um sucesso pessoal e fabricamos outras, mais desconexas, fruto de um sonho ou de uma imaginação mais fértil. Somos nós os primeiros produtores de imagens.

Num outro comentário, no mesmo dia, se estranhava a ligação da música às imagens: "A música digna desse nome não precisa de imagens para nada. Quem se viciou em tele-discos em que as imagens tentam disfarçar o vazio das notas, é que se calhar já não sabe o que é apenas o som."
O comentário anterior deixa-nos perceber que a música não está assim tão longe das imagens. Ouvir música pode ser acompanhado por imagens visuais que cada um fabrica no seu interior. Mas o acompanhamento físico do som por imagens não significa necessariamente o seu empobrecimento. Basta recordar o cinema ou mesmo os video clips que o autor do comentário recorda.
 
José Carlos Abrantes | 1:44 da tarde |


1 Comments:


At 6:45 da tarde, Anonymous Anónimo

interessante esta troca de comentários... parabéns,,,nem sempre se consegue colocar outros a pensar e a reflectir sobre o q escrevemos... faz algum tempo q me interesso pelas imagens mentais, agora começo a interessar-me também pelas outras imagens,,,vamos ver o q continuarei a descobrir aqui,,,