<body><script type="text/javascript"> function setAttributeOnload(object, attribute, val) { if(window.addEventListener) { window.addEventListener('load', function(){ object[attribute] = val; }, false); } else { window.attachEvent('onload', function(){ object[attribute] = val; }); } } </script> <div id="navbar-iframe-container"></div> <script type="text/javascript" src="https://apis.google.com/js/plusone.js"></script> <script type="text/javascript"> gapi.load("gapi.iframes:gapi.iframes.style.bubble", function() { if (gapi.iframes && gapi.iframes.getContext) { gapi.iframes.getContext().openChild({ url: 'https://www.blogger.com/navbar.g?targetBlogID\x3d4000921\x26blogName\x3dAs+Imagens+e+N%C3%B3s\x26publishMode\x3dPUBLISH_MODE_BLOGSPOT\x26navbarType\x3dLIGHT\x26layoutType\x3dCLASSIC\x26searchRoot\x3dhttp://asimagensenos.blogspot.com/search\x26blogLocale\x3dpt_PT\x26v\x3d2\x26homepageUrl\x3dhttp://asimagensenos.blogspot.com/\x26vt\x3d8145402830606333396', where: document.getElementById("navbar-iframe-container"), id: "navbar-iframe" }); } }); </script>
terça-feira, junho 03, 2003
AS IMAGENS E AS CORES

"Um dia, Vergílio Ferreira entrou numa loja do Rio de Janeiro (esta história tem para aí uns 18 anos) e dirigiu-se ao empregado nestes termos: "Queria ver aquela camisola castanha que está na montra." A reacção foi de perplexidade: "Que é que o senhor quer?" O Vergílio repetiu abrindo as vogais, na ilusão de que se tratava de uma questão fonética. Mas nada parecia resultar. O problema, o verdadeiro problema, era de ordem lexical.Tendo optado pelo que os estudiosos da língua chamam uma definição ostensiva (veio até à porta e apontou com o dedo o que queria), Vergílio Ferreira ouviu esta frase. "Ah, o que o senhor quer é o pull-over marron que está na vitrine".

É assim que começa a crónica de hoje de Eduardo Prado Coelho titulada de Brown a Marron . Esta questão das cores lembrou-me que, ainda recentemente, numa troca de correspondência pela net com o Brasil me perguntaram: o que é encarnado?
A crónica recordou-me também um outro livro de Michel Pastoreau
Bleu: Histoire d’une couleur, Paris, Editions du Seuil, 2002
Relembro que ja tinha dado indicação de um outro livro de Pastoreau, aliàs traduzido em português…
PASTOREAU, M., Dicionário das cores do nosso tempo: Simbólica e sociedade, Lisboa, Editorial Estampa, 1993
E fiz um flash back para a aula de ontem no Cenjor, em que Manuel Luis Cochofel fez uma apresentação de uma imagem, uma foto feita por si próprio, e que foi premiada. Professor de musica, Manuel Luis Cochofel é fotógrafo amador e esteve a contar como fabricou a referida foto, Teoria do Caos . A ironia é que MLC faz habitualmente fotografia a preto e branco e foi premiado…numa foto a cores. MLC fez uma intervenção muito interessante sobre o momento da execução da foto, como ela surgiu, como a fabricou. Também interessante foi a intervenção de Maria José sobre a foto de Robert Doisneau, O Beijo. Este um tema a preto e branco…mas colorido por natureza….
 
José Carlos Abrantes | 12:03 da tarde |


0 Comments: