<body><script type="text/javascript"> function setAttributeOnload(object, attribute, val) { if(window.addEventListener) { window.addEventListener('load', function(){ object[attribute] = val; }, false); } else { window.attachEvent('onload', function(){ object[attribute] = val; }); } } </script> <div id="navbar-iframe-container"></div> <script type="text/javascript" src="https://apis.google.com/js/plusone.js"></script> <script type="text/javascript"> gapi.load("gapi.iframes:gapi.iframes.style.bubble", function() { if (gapi.iframes && gapi.iframes.getContext) { gapi.iframes.getContext().openChild({ url: 'https://www.blogger.com/navbar.g?targetBlogID\x3d4000921\x26blogName\x3dAs+Imagens+e+N%C3%B3s\x26publishMode\x3dPUBLISH_MODE_BLOGSPOT\x26navbarType\x3dLIGHT\x26layoutType\x3dCLASSIC\x26searchRoot\x3dhttp://asimagensenos.blogspot.com/search\x26blogLocale\x3dpt_PT\x26v\x3d2\x26homepageUrl\x3dhttp://asimagensenos.blogspot.com/\x26vt\x3d8145402830606333396', where: document.getElementById("navbar-iframe-container"), id: "navbar-iframe" }); } }); </script>
quinta-feira, novembro 25, 2004
IMAGENS do JAPAO

Começou hoje na Culturgest a exibição dos filmes de animação premiados no Cinanima 2004. Amanhã continua a exibição, as 21h 30m com a segunda parte. Hoje houve aplausos para duas produçoes portuguesas: A Dama da Lapa de Joana Toste e No Páis da Gongolândia, das Crianças das Oficinas da Anilupa. Também daria o premio ao filme que teve prémio do Público, South of the North, de Andrey Sokolov.
De 29 a 4 de Dezembro ainda na Culturgest ha um outro festival de imagens, o Festival do Cinema Japonês
.

“Continuando com o esforço de promover uma maior consciência e a compreensão de uma cultura, vários trabalhos de diferentes meios foram novamente seleccionados, cada um capaz de transmitir facetas preciosas ainda que relativamente conspícuas do Japão. Na secção documental, uma perspectiva distinta será apresentada, a de não-nativos comuns com Japão e com os traços do povo japonês. A expectativa é a de que um novo corpo de imagens seja partilhado, repleto de ideias capazes de enriquecer o debate e a refl exão, e de alargar conceitos e pontos de vista. A compreensão da contemporaneidade estaria certamente confi nada sem uma oportunidade de encontro com mais recentes trabalhos de animação produzidos pelos mais jovens talentos japoneses. Uma vez mais, os fi lmes de animação e motion graphics serão complementados com uma aproximação às fundações e arquétipos da animação japonesa, através da exibição de trabalhos de um pioneiro.”
 
José Carlos Abrantes | 11:52 da tarde |


0 Comments: