<body><script type="text/javascript"> function setAttributeOnload(object, attribute, val) { if(window.addEventListener) { window.addEventListener('load', function(){ object[attribute] = val; }, false); } else { window.attachEvent('onload', function(){ object[attribute] = val; }); } } </script> <div id="navbar-iframe-container"></div> <script type="text/javascript" src="https://apis.google.com/js/plusone.js"></script> <script type="text/javascript"> gapi.load("gapi.iframes:gapi.iframes.style.bubble", function() { if (gapi.iframes && gapi.iframes.getContext) { gapi.iframes.getContext().openChild({ url: 'https://www.blogger.com/navbar.g?targetBlogID\x3d4000921\x26blogName\x3dAs+Imagens+e+N%C3%B3s\x26publishMode\x3dPUBLISH_MODE_BLOGSPOT\x26navbarType\x3dLIGHT\x26layoutType\x3dCLASSIC\x26searchRoot\x3dhttp://asimagensenos.blogspot.com/search\x26blogLocale\x3dpt_PT\x26v\x3d2\x26homepageUrl\x3dhttp://asimagensenos.blogspot.com/\x26vt\x3d8145402830606333396', where: document.getElementById("navbar-iframe-container"), id: "navbar-iframe" }); } }); </script>
sexta-feira, março 04, 2005
EDUCAÇÃO À IMAGEM: o que a justifica 3

As imagens precisam de ser contextualizadas, conhecermos a sua história, as estórias que encerram. As “100 fotos do século”, em livro como em video (que passaram na SIC) são um belo exemplo de um trabalho deste tipo que elucida e dá uma compreensão mais complexa das imagens. O depoimento de quem fez a fotografia ou de quem foi fotografado, os elementos de caracterização da época histórica ou as relações que a fotografia estabeleceu com outras imagens ou factos da época, funcionam como elementos explicativos, como teias de complexidade que as imagens tecem. Incluisive com as palavras que as ajudam a dizer.
 
José Carlos Abrantes | 10:41 da tarde |


0 Comments: