<body><script type="text/javascript"> function setAttributeOnload(object, attribute, val) { if(window.addEventListener) { window.addEventListener('load', function(){ object[attribute] = val; }, false); } else { window.attachEvent('onload', function(){ object[attribute] = val; }); } } </script> <div id="navbar-iframe-container"></div> <script type="text/javascript" src="https://apis.google.com/js/plusone.js"></script> <script type="text/javascript"> gapi.load("gapi.iframes:gapi.iframes.style.bubble", function() { if (gapi.iframes && gapi.iframes.getContext) { gapi.iframes.getContext().openChild({ url: 'https://www.blogger.com/navbar.g?targetBlogID\x3d4000921\x26blogName\x3dAs+Imagens+e+N%C3%B3s\x26publishMode\x3dPUBLISH_MODE_BLOGSPOT\x26navbarType\x3dLIGHT\x26layoutType\x3dCLASSIC\x26searchRoot\x3dhttp://asimagensenos.blogspot.com/search\x26blogLocale\x3dpt_PT\x26v\x3d2\x26homepageUrl\x3dhttp://asimagensenos.blogspot.com/\x26vt\x3d8145402830606333396', where: document.getElementById("navbar-iframe-container"), id: "navbar-iframe" }); } }); </script>
quinta-feira, julho 07, 2005
IMAGEM E PRIVACIDADE

Mais uma vez um orgão de comunicação social foi condenado por publicação de artigos e ilustrações invasivos da vida íntima de um personagem público, neste caso Alberto II, príncipe do Mónaco.

"De acordo com a agência de notícias espanhola EFE, o tribunal de grande instância de Nanterre condenou ontem a editora da revista Paris Match, Hachette Filipacchi, a pagar 50 mil euros de indemnização a Albert Grimaldi. A revista está agora obrigada à publicação da condenação "integralmente na capa" em "caracteres vermelhos de 1,5 centímetros".

Os juízes entenderam que "o artigo e as ilustrações se enquadram na esfera íntima da vida sentimental" dos retratados e que Alberto II não pode ver devassada a sua intimidade "frente a rumores que em nenhum caso servem de legítimo pretexto para a informação de um público indiscreto e curioso da vida de personalidades, dos seus sentimentos e comportamentos privados". A condenação deve ser publicada "nos oito dias seguintes a esta sentença, sujeita a uma multa de 15 mil euros por cada número de atraso"."

De uma notícia hoje do DN.
 
José Carlos Abrantes | 12:20 da tarde |


0 Comments: