<body><script type="text/javascript"> function setAttributeOnload(object, attribute, val) { if(window.addEventListener) { window.addEventListener('load', function(){ object[attribute] = val; }, false); } else { window.attachEvent('onload', function(){ object[attribute] = val; }); } } </script> <div id="navbar-iframe-container"></div> <script type="text/javascript" src="https://apis.google.com/js/plusone.js"></script> <script type="text/javascript"> gapi.load("gapi.iframes:gapi.iframes.style.bubble", function() { if (gapi.iframes && gapi.iframes.getContext) { gapi.iframes.getContext().openChild({ url: 'https://www.blogger.com/navbar.g?targetBlogID\x3d4000921\x26blogName\x3dAs+Imagens+e+N%C3%B3s\x26publishMode\x3dPUBLISH_MODE_BLOGSPOT\x26navbarType\x3dLIGHT\x26layoutType\x3dCLASSIC\x26searchRoot\x3dhttp://asimagensenos.blogspot.com/search\x26blogLocale\x3dpt_PT\x26v\x3d2\x26homepageUrl\x3dhttp://asimagensenos.blogspot.com/\x26vt\x3d8145402830606333396', where: document.getElementById("navbar-iframe-container"), id: "navbar-iframe" }); } }); </script>
terça-feira, março 18, 2003
IMAGENS DE HOJE

1 Estudavam-se, quando fiz o Liceu, as provas da existência de Deus. Imagino que alguns professores de hoje discutem a actualidade com os seus alunos e, provavelmente, neste tempo de guerra, discutirão com os adolescentes as provas de existência de Bin Laden. E, como sabemos, a prova mais material de que este existe são .... as imagens das famosas videocassetes.

2 O Instituto de Estradas de Portugal vai fazer uma avaliação da sinalização vertical dos 16 mil quilómetros de estradas que tutela. Trata-se de imagens que nos fazem mudar de direcção, que nos infuenciam nos movimentos. Convém pois que estejam em boas condições de visibilidade, o que nem sempre acontece.

Os sinais de trânsito são imagens que Villafañe coloca no penúltimo lugar de uma curiosa escala de iconicidade por este construída.

VILLAFAÑE, J. (1992), Introducción a la teoria de la imagen, Madrid, Ediciones Piramide, 1992 (1ª edição 1985) pp 40-43

Para Serge Tisseron os sinais de trânsito são um bom exemplo de uma das funções da imagem de que se fala pouco, a função de transformação. Neste caso, a imagem não tem como objectivo primeiro a representação, mas antes a modificação de uma atitude, comportamento, conhecimento ou movimento da pessoa que a vê.

TISSERON, S., Psychanalyse de l'image: De l'imago aux images virtuelles, Paris, Dunod, 1995, pp 157-176
 
José Carlos Abrantes | 12:56 da tarde |


0 Comments: