<body><script type="text/javascript"> function setAttributeOnload(object, attribute, val) { if(window.addEventListener) { window.addEventListener('load', function(){ object[attribute] = val; }, false); } else { window.attachEvent('onload', function(){ object[attribute] = val; }); } } </script> <div id="navbar-iframe-container"></div> <script type="text/javascript" src="https://apis.google.com/js/plusone.js"></script> <script type="text/javascript"> gapi.load("gapi.iframes:gapi.iframes.style.bubble", function() { if (gapi.iframes && gapi.iframes.getContext) { gapi.iframes.getContext().openChild({ url: 'https://www.blogger.com/navbar.g?targetBlogID\x3d4000921\x26blogName\x3dAs+Imagens+e+N%C3%B3s\x26publishMode\x3dPUBLISH_MODE_BLOGSPOT\x26navbarType\x3dLIGHT\x26layoutType\x3dCLASSIC\x26searchRoot\x3dhttp://asimagensenos.blogspot.com/search\x26blogLocale\x3dpt_PT\x26v\x3d2\x26homepageUrl\x3dhttp://asimagensenos.blogspot.com/\x26vt\x3d8145402830606333396', where: document.getElementById("navbar-iframe-container"), id: "navbar-iframe" }); } }); </script>
quinta-feira, maio 01, 2003
AS IMAGENS, OS MILITARES E OS COMPUTADORES

No Público de hoje pode ler F-16 Já Podem Voar de Noite Quinta-feira, 01 de Maio de 2003

"A esquadra de aviões F-16 da Força Aérea Portuguesa (FAP) vai ser equipada com um sistema de navegação nocturna, o que permitirá a realização de operações durante a noite. A compra do sistema "Night Vision Imaging System", adquirido por 800 mil euros, foi autorizada anteontem pelo ministro de Estado e da Defesa Nacional, Paulo Portas, estando já assegurado que as despesas serão suportadas por verbas inscritas no programa "Capacidade de Defesa Aérea e TASMO", incluído na Lei de Programação Militar. A elevada tendência para a utilização de meios aéreos em ambiente nocturno foi uma das razões pelas quais a FAP decidiu incorporar o sistema, constituído por um conjunto de dispositivos de iluminação exterior montados em cada avião e indetectáveis a olho nu. Numa fase posterior, o sistema será completado com a compra de equipamentos individuais de visão nocturna, que permitirão à tripulação ver e operar em condições de parca luminosidade."
Oe seja, deixa de ser verdadeira aquele ditado popular de que …"de noite, todos os gatos são pardos." Volto a socorrer-me de Crary:
"O olho humano perde pouco a pouco a maior parte das propriedades importantes que foram suas ao longo da história; estas apagam-se face a práticas em que as imagens visuais já não reenviam para a posição do observador num mundo "real" que ele perceberia segundo as leis da óptica. Se há ainda alguma coisa para que essas imagens reenviam é para milhões de bits de informação electrónica e matemática."
(CRARY, 20)

CAREY, J., L’art de l’observateur: Vision et modernité au XIX ème
Siécle, Nîmes, Éditions Jacqueline Chambon, 1994
 
José Carlos Abrantes | 8:19 da tarde |


0 Comments: