<body><script type="text/javascript"> function setAttributeOnload(object, attribute, val) { if(window.addEventListener) { window.addEventListener('load', function(){ object[attribute] = val; }, false); } else { window.attachEvent('onload', function(){ object[attribute] = val; }); } } </script> <div id="navbar-iframe-container"></div> <script type="text/javascript" src="https://apis.google.com/js/plusone.js"></script> <script type="text/javascript"> gapi.load("gapi.iframes:gapi.iframes.style.bubble", function() { if (gapi.iframes && gapi.iframes.getContext) { gapi.iframes.getContext().openChild({ url: 'https://www.blogger.com/navbar.g?targetBlogID\x3d4000921\x26blogName\x3dAs+Imagens+e+N%C3%B3s\x26publishMode\x3dPUBLISH_MODE_BLOGSPOT\x26navbarType\x3dLIGHT\x26layoutType\x3dCLASSIC\x26searchRoot\x3dhttp://asimagensenos.blogspot.com/search\x26blogLocale\x3dpt_PT\x26v\x3d2\x26homepageUrl\x3dhttp://asimagensenos.blogspot.com/\x26vt\x3d8145402830606333396', where: document.getElementById("navbar-iframe-container"), id: "navbar-iframe" }); } }); </script>
domingo, fevereiro 15, 2009
IMAGENS PREMIADAS
World Press Photo 2009. O fotógrafo norte-americano Anthony Suau foi distinguido com o Prémio Fotografia do Ano, prémio que alcança pela segunda vez. A exposição chega a Portugal em Junho

Crise ganha foto do ano
Anthony Suau, vencedor do prémio de Melhor Fotografia na 52.ªedição do World Press Photo com um trabalho publicado na revista Time, em Março, está "há dois meses sem trabalho", revelou em declarações ao DN o fotógrafo norte-americano.

A sua situação é precisamente um dos reflexos da crise económica vivida nos Estados Unidos, o tema do trabalho que venceu o prestigiado prémio de fotojornalismo. A fotografia, a preto e branco, parece uma busca policial na sequência de um qualquer acto violento. Na realidade, retrata uma acção de despejo. "Em Março, quando fiz o trabalho, a polícia local tinha três agentes que faziam uma média de 20 despejos por dia cada um", relata.

Suau, que vai receber o prémio de dez mil euros, em Amesterdão, a 2 de Maio, já vencera o prémio em 1987, com uma foto do conflito na Coreia do Norte. O júri premiou dez categorias e 63 fotógrafos de 27 nacionalidades. A exposição estará em Portugal de 20 de Junho a 19 de Julho, no Museu da Electricidade, em Lisboa.

Marina Marques, no Diário de Notícias de hoje"
 
José Carlos Abrantes | 10:16 da manhã |


0 Comments: