<body><script type="text/javascript"> function setAttributeOnload(object, attribute, val) { if(window.addEventListener) { window.addEventListener('load', function(){ object[attribute] = val; }, false); } else { window.attachEvent('onload', function(){ object[attribute] = val; }); } } </script> <div id="navbar-iframe-container"></div> <script type="text/javascript" src="https://apis.google.com/js/plusone.js"></script> <script type="text/javascript"> gapi.load("gapi.iframes:gapi.iframes.style.bubble", function() { if (gapi.iframes && gapi.iframes.getContext) { gapi.iframes.getContext().openChild({ url: 'https://www.blogger.com/navbar.g?targetBlogID\x3d4000921\x26blogName\x3dAs+Imagens+e+N%C3%B3s\x26publishMode\x3dPUBLISH_MODE_BLOGSPOT\x26navbarType\x3dLIGHT\x26layoutType\x3dCLASSIC\x26searchRoot\x3dhttp://asimagensenos.blogspot.com/search\x26blogLocale\x3dpt_PT\x26v\x3d2\x26homepageUrl\x3dhttp://asimagensenos.blogspot.com/\x26vt\x3d8145402830606333396', where: document.getElementById("navbar-iframe-container"), id: "navbar-iframe" }); } }); </script>
quarta-feira, março 10, 2004
DOCUMENTÁRIO

Fui rever à Fnac Chiado o filme de Leni Riefenstahl O Triunfo da Vontade. Um fim de tarde diferente que deu para mergulhar nas imagens e sons do Congresso da Partido Nacional Socialista filmado pela realizadora do regime nazi. Uma narrativa filmica invulgar para um acontecimento invulgar e que iria precipitar a Alemanha e a Europa num terreno de perseguição de uns homens a outros homens. Sons ululantes, bandeiras, rostos, corpos, discursos, tambores a rufar, milhares de apoiantes (lembrando que o regime nazi foi um regime com apoio popular, logo do voto). Planos escolhidos, um Hitler visto sempre de forma valorizante, um leader que se identifica com o partido, com o país. Onde já teria ouvido isto? Ou visto?
Mergulhar nestas imagens é cavar um mundo de diferenças em relação a outros fins de tarde recentes, mais pacíficos, menos guerreiros, mais tranquilos.



TELEVISÃO

O Movimento dos Utentes dos Serviços Públicos (MUSP) .faz uma apreciação bastante crítica dos serviços de televisão por cabo distribuídos em Portugal, segundo o Público de ontem. Interessante que este movimento se decida intervir para melhorar a qualidade da televisão por cabo, em Portugal.
 
José Carlos Abrantes | 11:51 da tarde |


0 Comments: