<body><script type="text/javascript"> function setAttributeOnload(object, attribute, val) { if(window.addEventListener) { window.addEventListener('load', function(){ object[attribute] = val; }, false); } else { window.attachEvent('onload', function(){ object[attribute] = val; }); } } </script> <div id="navbar-iframe-container"></div> <script type="text/javascript" src="https://apis.google.com/js/plusone.js"></script> <script type="text/javascript"> gapi.load("gapi.iframes:gapi.iframes.style.bubble", function() { if (gapi.iframes && gapi.iframes.getContext) { gapi.iframes.getContext().openChild({ url: 'https://www.blogger.com/navbar.g?targetBlogID\x3d4000921\x26blogName\x3dAs+Imagens+e+N%C3%B3s\x26publishMode\x3dPUBLISH_MODE_BLOGSPOT\x26navbarType\x3dLIGHT\x26layoutType\x3dCLASSIC\x26searchRoot\x3dhttp://asimagensenos.blogspot.com/search\x26blogLocale\x3dpt_PT\x26v\x3d2\x26homepageUrl\x3dhttp://asimagensenos.blogspot.com/\x26vt\x3d8145402830606333396', where: document.getElementById("navbar-iframe-container"), id: "navbar-iframe" }); } }); </script>
quarta-feira, abril 20, 2005
IMAGENS DE CINEMA

Da newsleter nº 5 dos Caminhos, Coimbra
E os Caminhos chegaram ao fim. Mais uma vez Coimbra foi palco da maior festa do cinema português.

É com grande prazer que a organização dos Caminhos do Cinema Português dá por terminada mais esta festa do cinema nacional. Ao longo de nove dias, Coimbra teve a possibilidade de ver cento e vinte filmes da nossa mais recente produção. Uma oportunidade singular em Portugal de ver reunidas num único certame as melhores produções do país. Trouxemos ás salas mais de duas mil trezentas e cinquenta crianças que vieram pela primeira vez ao cinema.
Para além da exibição dos filmes e porque os Caminhos não se resumem a isso, ao longo desta semana cerca de uma centena pessoas entraram na magia do cinema, audiovisual e multimédia, através da sua participação em cinco workshops.
Queremos deixar aqui os nossos agradecimentos ao nossos apoiantes, aqueles que quer através da atribuição de verbas, quer de géneros, tornaram este festival possível. Aproveitamos igualmente a ocasião para pedir a todas as entidades apoiantes que continuem neste caminho de apoio ao cinema nacional e a este evento único em particular.
Mais mais importantes do que as palavras é a listas dos consagrados pelos diversos júris, assim:






PREMIOS JÚRI OFICIAL

Melhor Longa Metragem - Categoria de Película – Noite Escura de João Canijo

Menção Honrosa - Longa Metragem Categoria de Película – Costa dos Murmúrios de Margarida Cardoso

Melhor Curta Metragem Categoria de Película – Pastoral de José Barahona

Menção Honrosa – Curta Metragem - Categoria de Película – Perto de Pedro Pinho

Melhor Curta Metragem - Categoria de Vídeo – Apneia de Fernando Amaral

Melhor Documentário Vídeo – Se Podes Olhar Vê. Se podes Ver Repara de Rui Simões

Menção Honrosa – Documentário Vídeo – A Utopia do Padre Himalaya de Jorge António

Melhor Animação Vídeo – Sem Respirar de Pedro Brito

Melhor Documentário Categoria TV –
Marrabentando, ou as Histórias que a minha Guitarra Canta de Karen Boswall

Prémio Revelação – Anna de Palma por Sem Ela


PREMIOS DE IMPRENSA

Prémio de Imprensa – Noite Escura de João Canijo

Menção Honrosa – A Dama da Lapa de Joana Toste


PRÉMIO D. QUIJOTE – Júri da Federação Internacional de Cineclubes

O Outro Lado do Arco-Íris de Gonçalo Galvão Teles


PRÉMIO DO PÚBLICO

Melhor Filme - Categoria de Película – Prémio REN - Kiss Me de António da Cunha Telles

Melhor Filme - Categoria de Vídeo - Moli de Ricardo Blanco

Melhor Filme - Categoria de TV - Marrabentando, ou as Histórias que a minha Guitarra Canta de Karen Boswall


PRÉMIO ARDENTER IMAGINE
António da Cunha Telles
 
José Carlos Abrantes | 11:10 da tarde |


0 Comments: