<body><script type="text/javascript"> function setAttributeOnload(object, attribute, val) { if(window.addEventListener) { window.addEventListener('load', function(){ object[attribute] = val; }, false); } else { window.attachEvent('onload', function(){ object[attribute] = val; }); } } </script> <div id="navbar-iframe-container"></div> <script type="text/javascript" src="https://apis.google.com/js/plusone.js"></script> <script type="text/javascript"> gapi.load("gapi.iframes:gapi.iframes.style.bubble", function() { if (gapi.iframes && gapi.iframes.getContext) { gapi.iframes.getContext().openChild({ url: 'https://www.blogger.com/navbar.g?targetBlogID\x3d4000921\x26blogName\x3dAs+Imagens+e+N%C3%B3s\x26publishMode\x3dPUBLISH_MODE_BLOGSPOT\x26navbarType\x3dLIGHT\x26layoutType\x3dCLASSIC\x26searchRoot\x3dhttp://asimagensenos.blogspot.com/search\x26blogLocale\x3dpt_PT\x26v\x3d2\x26homepageUrl\x3dhttp://asimagensenos.blogspot.com/\x26vt\x3d8145402830606333396', where: document.getElementById("navbar-iframe-container"), id: "navbar-iframe" }); } }); </script>
quinta-feira, dezembro 28, 2006
PERITAGEM DE ACIDENTES POR IMAGEM
Indiana completa dez anos de serviço de regulação

O serviço de regulação de sinistro por imagem da Indiana Seguros está completando este mês dez anos. A seguradora foi a primeira a instalar esse tipo de tecnologia para a averiguação de veículos batidos.

Na época, o processo, que levava três dias para ser concluído, passou a ser feito, em média, em um dia. Atualmente é possível permitir a autorização para reparos em até seis horas após o recebimento das imagens e da documentação do veículo.

Em nota, a direção da empresa explica que a regulação de sinistro por imagem oferece vantagens para todos que participam do processo. Para a seguradora, o principal benefício é o ganho operacional, sendo possível realizar a regulação dos sinistros sem intermediários (empresas terceirizadas), o que elimina custos.[7]

O segurado, por sua vez, tem a vantagem de ficar o menor tempo possível com o veículo em reparos. Já o corretor pode acompanhar, on-line, todas as fases dos processos de seus clientes, desde a comunicação do sinistro até a finalização.


Vem do Brasil esta informação. Por cá, nunca ouvi que alguma companhia de seguros usasse o processo. Será que também já se faz?
 
José Carlos Abrantes | 7:45 da manhã |


0 Comments: