<body><script type="text/javascript"> function setAttributeOnload(object, attribute, val) { if(window.addEventListener) { window.addEventListener('load', function(){ object[attribute] = val; }, false); } else { window.attachEvent('onload', function(){ object[attribute] = val; }); } } </script> <div id="navbar-iframe-container"></div> <script type="text/javascript" src="https://apis.google.com/js/plusone.js"></script> <script type="text/javascript"> gapi.load("gapi.iframes:gapi.iframes.style.bubble", function() { if (gapi.iframes && gapi.iframes.getContext) { gapi.iframes.getContext().openChild({ url: 'https://www.blogger.com/navbar.g?targetBlogID\x3d4000921\x26blogName\x3dAs+Imagens+e+N%C3%B3s\x26publishMode\x3dPUBLISH_MODE_BLOGSPOT\x26navbarType\x3dLIGHT\x26layoutType\x3dCLASSIC\x26searchRoot\x3dhttp://asimagensenos.blogspot.com/search\x26blogLocale\x3dpt_PT\x26v\x3d2\x26homepageUrl\x3dhttp://asimagensenos.blogspot.com/\x26vt\x3d8145402830606333396', where: document.getElementById("navbar-iframe-container"), id: "navbar-iframe" }); } }); </script>
domingo, abril 13, 2003
IMAGENS DE TELEVISÃO

No Arrêt sur Images de hoje pode ver uma sequência gravada pela CNN, passada na Al Jazira, de soldados americanos a entrarem numa casa iraquiana e a fazerem sair, aterrados, uma casal e os seus filhos, ainda crianças. Trata-se de um documento passado com um comentário de um jornalista americano, que a Aljazira passou sem traduzir, mas que Daniel Schneidermann mandou legendar. E assim, quem viu, viu coisas diferentes pois o comentário do jornalista passado na CNN "aligeirava" a crueza das imagens, aspecto que terá passado sem ser notado pelos espectadores árabes que não falam inglês e, finalmente, intensamente percebido pelos espectadores de Arrêt sur Images, especialmente alertados para o efeito. Mesmo a televisão, tão estandardizada, encontra matizes, na produção, que são, frequentemente, muito significativas.
Se quiser ver o o Arrêt sur Images ainda pode ver a diferença de critérios, na cobertura da guerra, da Al Jazira em relação às estações ocidentais, a modernidade das instalações, o profissionalismo da estação e dos seus jornalistas e também... a sintonia com o pensamento árabe que pode levar a alongar os depoimentos a favor de Sadam e a encurtar os que lhe são desfavoráveis.

 
José Carlos Abrantes | 9:46 da tarde |


0 Comments: