<body><script type="text/javascript"> function setAttributeOnload(object, attribute, val) { if(window.addEventListener) { window.addEventListener('load', function(){ object[attribute] = val; }, false); } else { window.attachEvent('onload', function(){ object[attribute] = val; }); } } </script> <div id="navbar-iframe-container"></div> <script type="text/javascript" src="https://apis.google.com/js/plusone.js"></script> <script type="text/javascript"> gapi.load("gapi.iframes:gapi.iframes.style.bubble", function() { if (gapi.iframes && gapi.iframes.getContext) { gapi.iframes.getContext().openChild({ url: 'https://www.blogger.com/navbar.g?targetBlogID\x3d4000921\x26blogName\x3dAs+Imagens+e+N%C3%B3s\x26publishMode\x3dPUBLISH_MODE_BLOGSPOT\x26navbarType\x3dLIGHT\x26layoutType\x3dCLASSIC\x26searchRoot\x3dhttp://asimagensenos.blogspot.com/search\x26blogLocale\x3dpt_PT\x26v\x3d2\x26homepageUrl\x3dhttp://asimagensenos.blogspot.com/\x26vt\x3d8145402830606333396', where: document.getElementById("navbar-iframe-container"), id: "navbar-iframe" }); } }); </script>
quinta-feira, janeiro 08, 2004
IMAGENS A verdade

Noutro domínio muito diferente do desporto, o da investigação espacial, as imagens aparecem como modo definitivo, perfeito, de descobrir o inacessível planeta Marte, segundo crónica doPúblico.

“Ainda que a preto e branco, as primeiras imagens obtidas pelo Spirit (as primeiras feitas a partir da superfície de Marte desde que, em 1997, ao robô Sojourner, da missão Mars Pathfinder, explorou o planeta) são de uma nitidez surpreendente: "As imagens são cada vez melhores, são fantásticas", declarou à agência noticiosa AP o director científico da missão, John Callas.”

Fantásticas, pois….

“As primeiras imagens, recebidas em júbilo pelos técnicos do Laboratório de Propulsão a Jacto (situado em Pasadena, na Califórnia) escassas horas após a "amartagem" do Spirit, mostram, com uma nitidez e uma definição excelentes, uma parte do módulo robótico assente numa planície rochosa, por trás de um enorme rochedo. À volta ainda se vêem os restos dos "airbags" e das protecções que envolviam o robô, como na fotografia aqui publicada. “

Recebidas em júbilo….mostram com nitidez e definição excelentes….

Interessante toda esta adjectivação das imagens, fonte de saber, olho de exploradores, com milhões de pixels de resolução coisa que presumo, um olho humano, não terá.
 
José Carlos Abrantes | 5:11 da tarde |


0 Comments: