<body><script type="text/javascript"> function setAttributeOnload(object, attribute, val) { if(window.addEventListener) { window.addEventListener('load', function(){ object[attribute] = val; }, false); } else { window.attachEvent('onload', function(){ object[attribute] = val; }); } } </script> <div id="navbar-iframe-container"></div> <script type="text/javascript" src="https://apis.google.com/js/plusone.js"></script> <script type="text/javascript"> gapi.load("gapi.iframes:gapi.iframes.style.bubble", function() { if (gapi.iframes && gapi.iframes.getContext) { gapi.iframes.getContext().openChild({ url: 'https://www.blogger.com/navbar.g?targetBlogID\x3d4000921\x26blogName\x3dAs+Imagens+e+N%C3%B3s\x26publishMode\x3dPUBLISH_MODE_BLOGSPOT\x26navbarType\x3dLIGHT\x26layoutType\x3dCLASSIC\x26searchRoot\x3dhttp://asimagensenos.blogspot.com/search\x26blogLocale\x3dpt_PT\x26v\x3d2\x26homepageUrl\x3dhttp://asimagensenos.blogspot.com/\x26vt\x3d8145402830606333396', where: document.getElementById("navbar-iframe-container"), id: "navbar-iframe" }); } }); </script>
sexta-feira, agosto 29, 2003
NADAR

Quem foi meu aluno sabe que, de vez em quando, nos exames, havia uma pergunta sobre Nadar Lembrei-me dele agora, para o blogger, pois fui à livraria da FNAC e aí encontrei um pequeno livro, que comprei para oferta a uma pessoa amiga amadora de fotografia. Comprei ainda para a minha colecção de livros (onde os arrumar?) um sobre Jacob Riis e outro sobre Lewis Hine. Vamos ao primeiro.

Nadar exerce a sua actividade ma segunda metade do século XIX em Paris na altura em que a fotografia tem um enorme desenvolvimento. Nadar procura a expressão verdadeira nos seus retratados que são quase sempre homens e mulheres das letras e das artes: Baudelaire, Vitor Hugo, Sara Bernhardt, Manet, por exemplo. Poses em estúdio, com "décors" sóbrios mas muito cuidados, para fazer sair o que cada um tem dentro de si próprio.
Nadar vai também fotografar nas catacumbas de Paris e precisa de inventar um flash, para fotografar no escuro. Sobe a um balão e torna-se num dos primeiros homens a fotografar das alturas, acrescentando uma perspectiva de olhar então desconhecida do olho humano.

O retrato, sendo um dos grandes géneros da fotografia, foi desenvolvido por diferentes autores, com diferentes perspectivas: Disderi, contemporâneo de Nadar, regista a patente do cartão de visita com múltiplas poses e regista um sucesso comercial estrondoso. Julia Margaret Cameron (1815-1879) faz um trabalho semelhante ao de Nadar em Inglaterra, fixando também contemporâneos célebres. Lewis Carrol (1832-1898), autor de Alice no País das Maravilhas, fotografa rapariguinhas, algo estranho, perturbador. Muitos outros assinalam depois grandes variações no modo de retratar: Philip Halsmann, por exemplo, salta com os seus modelos para obter um momento mais solto, menos tenso.

Nadar, London, Phaidon, 2002
 
José Carlos Abrantes | 5:22 da tarde |


0 Comments: